Foi por me apaixonar, que eu precisei ir.



Não foi por você. 
Foi por mim. 
Foi por me ver afundando nos mais doces sentimentos sobre você.
E amar nossas risadas, o jeito que tua mão desliza na minha perna durante nossas conversas. 
Foi por me ver refém do teu sorriso, e adorar arrancar ele de ti. 

Foi por não conseguir não planejar qualquer aventura mirabolante em um futuro juntos, e saber que não há probabilidade de acontecer. 
Foi por deitar no teu colo e ouvir as batidas do teu coração. 

Rever como um filme momentos nossos antes de dormir. 
Foi pela tua amizade que preenche meus dias solitários. 
Teu perfume que exala a cada esquina. 

Foi por me apaixonar. Por amar você. 
E por preservar tudo o que representas para mim, que eu decidir ir. 
Prefiro tua ausência, do que a destruição de nossas melhores lembranças. 
A criatura que chegou em um dia qualquer, ficou, impregnou e tomou conta de mim. 
Você.

Marcelle Beathriz

Compartilhe:

Postar Comentário

0 comentários:

Postar um comentário