Deixa, deixa mesmo de ser importante!



É, como diz Marília Mendonça, deixa mesmo de ser importante, vai me deixando pra outra hora, que quando você menos esperar eu já fui embora. 
E quero ver como vai se virar, se vai recorrer aquelas que tu enche de comentários nas fotos. 
Se elas vão estender a mão pra ti independente das circunstâncias. Aí eu quero ver, quem vai tirar um tempo só pra correr ao teu lado. Quem vai topar qualquer parada, e se aventurar nas tuas mais loucas ideias.
Vai torcendo pra eu não encontrar alguém melhor do que você, por que deves saber que isso não é uma tarefa difícil de se realizar. 
Se eu estive todo esse tempo aqui, foi por que eu quis.
Quis provar pra mim que eu podia arriscar em alguém que não tinha nada a me oferecer. 
E eu não to lamentando, estou apenas assumindo meus riscos e dizendo que eu cansei de brincar com eles. Já provei o suficiente pra saber que não sabes valorizar quem está ao teu lado. 
Mas tu, saberás mensurar minha falta, agora vai te faltar um braço, arriscaria a dizer, os dois.
Eu queria ficar e assistir esse show, te ver preocupado e não ter mais pra quem recorrer. 
Queria te ver correr pra todos os lados, e saber que é meu nome quem vais pensar primeiro e não, não poderá mais pedir a mim.
Quero ver quando a saudade te perturbar, quando meu cheiro te impregnar, e saber que eu não sou mais tua. 
Eu queria muito, mas agora não dá mais, cansei.
Se você não sabia que um dia eu cansaria, aí o problema é seu. 
Agora vai, coloca alguém a altura no meu lugar, nem vou pagar pra ver, por que não vais conseguir.

Compartilhe:

Postar Comentário

0 comentários:

Postar um comentário