Deixo de ser minha, para ser tua.

Já faz alguns dias que tenho acordado pensando em você. Mas hoje, acordei de forma diferente, ainda pensando em você, claro. Porém decidida a resolver esse impasse de te ter ou não ter.

Resolvi voltar lá no começo, a primeira vez que nos vimos, o primeiro encontro, o primeiro beijo, e sai em busca de todos os sinais que te fizeram permanecer, como um pirata em busca de um tesouro, eu estava juntando esse quebra cabeça que juntos formamos. 

E ainda que eu tenha registros de palavras doces em conversas no meu whatsapp, algumas fotos trocadas no meu celular, uns objetos teus jogados pela casa, percebi que além disso, de você eu não tenho nada.

Passei então a revirar os nossos momentos na minha memoria, a tua forma de me tratar, o teu carinho, e confesso que eu me perguntei algumas vezes: Isso não é sinal de quem gosta, é ?
Senti o estomago embrulhar na possibilidade de que eu inventei, mascarei, fiz vista grossa, só para não perceber que de você eu só tinha migalhas.

Meu bem, se essa possibilidade pessimista for a realidade. Tudo bem, eu entendo que eu errei em esperar um para sempre quando você só me dizia até quando der. O tempo é muito meu amigo, e logo eu me recomponho.

Mas se eu estiver enganada, se esses sinais são reais, eu estou disposta!
Saiba que eu quero ler seus olhos, adaptar-me as suas manias, dividir com você meu cobertor. Quero preparar teu café da manha, e a noite sair pra jantar em um lugar qualquer. Quero deixar de ser tão minha, tão somente para as minhas vontades, para ser tua, o que você quiser que eu seja, mas só quero que se sinta meu.

Você só precisa dizer que sim!

Compartilhe:

Postar Comentário

0 comentários:

Postar um comentário