Esse amor calado grita aqui dentro!




Aquele clichê de que o escondido é muito melhor, é realmente verdade.
Nossa história começou de forma inusitada e rodeada de negatividades, por isso foi tão fácil manter segredo.
A cada encontro o desejo do próximo só aumentava, o gosto da tua boca, o teu perfume que impregnava a minha casa, a tua voz, as nossas longas conversas depois de matar a saudade, as nossas brincadeiras, eram alimento de um sentimento que crescia sem eu perceber.

Passar por ti pelos corredores faziam que essas memórias viessem como um filme na minha mente, e eu apenas sorria. Porque o mundo que nos olha não imagina o quão somos loucos e felizes quando estamos a sós. Absolutamente ninguém consegue mensurar nossa loucura, essa que meus poros gritam por teu cheiro, num desejo absoluto.
Confesso que esse jogo de te ter aos poucos, sem julgamentos, me alucinou, tomou conta de mim, você literalmente me ganhou, sou tua de uma forma que não consigo dizer não a mim mesma, de uma forma que não fui de mais ninguém.
Mas hoje desci ao inferno, ao te ver segurar a mão de outra, fui tomada por um ciúme ardente, que aqueceu a alma, subiu o corpo inteiro e me fez querer nunca ter feito dessa nossa relação segredo. Quis que o mundo inteiro soubesse que és meu, e que ela fosse a desconcertada naquela hora e não eu.

Te odiei por um segundo!
Odiei-me como nunca! 
Mas te quero loucamente, imensuravelmente, tudo em mim grita por você!

Compartilhe:

Postar Comentário

0 comentários:

Postar um comentário