Hoje ninguém sabe amar. Você sabe?


Quantas vezes achei que bastava amar, amar com todas as forças, amar loucamente, amar mais que tudo para que o felizes para sempre acontecesse, e ainda que amar fosse importante, sozinho o amor não conseguia manter o relacionamento. Por que ? 

Quantas vezes me questionei, se o amor é o principal, por que tantos relacionamentos acabam do dia para noite, quando havia tanto amor? 

A resposta é simples: Hoje as pessoas não sabem mais se relacionar, não sabem mais ter paciência, não sabem mais aceitar os defeitos do outro, e sobretudo tentar ajudar a melhorar.
Não querem se abrir ao novo, olham para si e acham que devem permanecer daquele jeito, o outro precisa aceita-la do jeito que é; e nem sequer fazem esforço para mudar, para fazer dar certo.
O amor está presente, mas o orgulho, o egoismo, o egocentrismo, a indisponibilidade, insatisfação, e afins; sempre são mais fortes e maiores. 



Como você tem se relacionado? Você já refletiu sobre isso?

Compartilhe:

Deixe um comentário

1 comentários:

  1. confesso que eu era uma jovem que não pensava em me casar em mesmo namorava até aos meus 20 anos , vivia só para os estudos e serviços, comecei a mim interessar por namoro, mais tarde,porém sem pensar em me casar por medo de casar e ser maltratada que meu esposo não me entendesse, o tempo foi se passando até que ele veio e pediu a minha mão para meu pai mesmo assim eu não era muito empolgada, mesmo porque namorávamos à distancia. Mas até que resolvemos nos casar, aos poucos fui acostumando com essa idéia, ele bebia não m,uito, eu sempre fui de pouca conversa, mais ele conversava muito comigo, o tempo foi se passando veio 3 filhos, e meu esposo sempre beendo, mais eu não falava nada porque não afetava no nosso eelacionamento porque nem ele e nem eu deixava e assim vivemos muito felizes até aos 27 anos foi quando ele faleceu de enfarto, mas até hoje a saudade é muito forte no eu peito. Uma relação só se acaba dependendo do relacionamento, do questionamento, a maneira como o casal quer conduzir este relacionamento.

    ResponderExcluir